Aprofir

A Associação dos Produtores de Feijão, Pulses, Grãos Especiais e Irrigantes de Mato Grosso (APRIFIR-MT) e o Instituto Mato-grossense de Feijão, Pulses e Cultivos Especiais e Irrigação (IMAFIR​-MT), por meio de sua diretoria, capitaneada pelo presidente, Hugo Garcia, participaram de duas reuniões durante a semana, em Cuiabá, com o secretário de Desenvolvimento Econômico, César Miranda e o chefe da Casa Civil, Fábio Garcia. Na oportunidade, a equipe da APROFIR e do IMAFIR​-MT, estiveram acompanhados do deputado estadual, Carlos Avallone (PSB) e, apresentaram os relatórios e atualizações das ações desenvolvidas na parceria entre as entidades e Governo Estadual.

Também estiveram presentes nas reuniões o consultor do IMAFIR, professor doutor Everardo Mantovani e o pesquisador da Universidade Federal de Viçosa (UFV), doutor Marcos Heil Costa, que fizeram uma apresentação técnica, do desenvolvimento dos projetos, que estão sendo desenvolvidos em parceria com o Governo do Estado de Mato Grosso, e neste caso o Estudo de Inteligência Territorial e Hídrica da Agricultura Irrigada de Mato Grosso. “O nosso projeto envolve duas fases, a inicial que está em andamento e uma segunda fase, que irá se estender por todo o Estado de Mato Grosso, e nesse sentido, viemos entregar ao secretário e aos técnicos da SEDEC MT uma minuta de uma proposta da segunda fase, visto que, há uma demanda do Governador, para que os estudos sejam concluídos o mais rápido possível, ainda mais agora, pela falta de chuvas deste ano”, explicou Mantovani.

Originalmente o projeto de Estudo de Inteligência Territorial e Hídrica da Agricultura Irrigada de Mato Grosso contemplaria os Polos de Irrigação de Primavera do Leste e Sorriso, mas foi ampliado para todo o Mato Grosso, a pedido do governador Mauro Mendes. O Estudo envolve um grupo robusto de pesquisadores das Universidades Federais de Viçosa e Rio de Janeiro e da Universidade do Nebraska (EUA), integrados com professores e estagiários, junto com os técnicos e consultores do IMAFIR. Esse grupo forma um grande pool de técnicos, que trabalham, desenvolvem e aplicam todo o conhecimento, nas áreas Edafoclimáticas e dos recursos hídricos, superficiais e subterrâneos, com o objetivo de promover uma irrigação sustentável em Mato Grosso, focando em três eixos, social, ambiental e econômico. 

Na reunião, o consultor Everardo Mantovani, apresentou a sequência dos trabalhos, pesquisas e estudos, para o ano de 2024, que estão programados para serem executados dentro do Estudo proposto. “Nós estamos na Fase 1, que se iniciou em setembro, sendo que já entregamos o relatório das ações e atividades realizadas. Então em 2024 teremos um ano de muito trabalho e de muito desenvolvimento de pesquisa, reuniões, visitas de trabalho de campo e preparação de relatórios, tudo isso ainda relacionado a fase 1, e pretendemos ainda no segundo semestre de 2024, iniciarmos a Fase 2, onde teremos a possibilidade de trabalhar nestes polos que citei de Primavera do Leste e Sorriso, mas também em todo o estado”, finalizou.

Fonte: Cairo Lustoza – Ascom Imafir/Aprofir-MT

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte − doze =